Pular para o conteúdo principal

'De mais' ou 'Demais'?

As duas formas são certas, mas cada uma em um contexto, pois têm significados diferentes.
“De mais” é uma locução que significa “a mais”, o oposto de “a/de menos” (ex.: Comprei livros de mais.).
Já “demais”, uma palavra só, tem o sentido de “demasiadamente”, “em excesso”, “muito” (ex.: Comi demais.) e também tem o sentido de “os outros” (ex.: Chegaram 20 pessoas; os demais estão atrasados.).

(texto reformulado em 29/11/2011)

Comentários

Anna disse…
Nossa! Quanto erro, tentando explicar a coisa certa!
Errou de mais dizendo que demais é demasiado.
Israel Victor disse…
bom.. pela explicação acabou que os dois casos sao iguais.. demasiado e "a mais" é a mesma coisa..
o certo seria:

de mais: demasiado, a mais e

demais: o restante - "os demais"
PASQUALE disse…
PARA A DONA ANNA, QUE COM TODA SUA PREPOTÊNCIA E IRONIA, NÃO TEVE O TRABALHO DE SE INFORMAR E, CONSEQUENTEMENTE, SE DAR CONTA DA SUA PROFUNDA IGNORÂNCIA NO ASSUNTO.

Não há dúvida em relação a uma situação: escreve-se numa só palavra
quando “demais” funciona como advérbio ou pronome indefinido.
Neste último caso, é precedido de artigo no plural e tem o valor de os
restantes, os outros: “Fale com os demais (companheiros) antes de tomar
a decisão”.
Como advérbio de intensidade, significando excessivamente,
demasiadamente, em demasia, o termo qualifica um adjetivo ou um
verbo.
Exemplos com adjetivo:
Não vá embora, é cedo demais!
Não posso passear com Ivan pela Beira-Mar pois seu passo é rápido
demais.
Aos mais afoitos entre os partidários de Lula, que considerariam sua
postura conciliadora demais, o drama na Venezuela serve de alerta.
Com verbo: Não estudes demais; tua mãe se preocupa demais com
isso.
Que cara legal, ele é demais!
Que tem demais nisso?
Advérbio não modifica substantivo, função que cabe ao adjetivo, certo?
Por isso se diz que, ao acompanhar um substantivo, “demais“ deve ser
escrito “de mais”, o que configuraria uma locução adjetiva, tendo como
sinônimos “demasiado, excessivo, de resto, de sobra, a mais” e como
antônimo “de menos”:
Miséria galopante: gente de mais, trabalho de menos.
Dinheiro de mais estraga.
Como há candidatos de mais e empregos de menos, o processo de
seleção é longo.
Vírgulas de mais atrapalham.
Ana Cristina disse…
Li várias vezes os posts e ainda fiquei na dúvida! Após o verbo, seria junto ou separado?
Ex: Amo de mais ou Amo demais?
Marina Koerner disse…
Tudo errado!
"De mais" significa demasia (ou seja, muito). Por exemplo: "Ela é inteligente DE MAIS"; "Ele é bonito DE MAIS". Nos dois casos dá pra substituir por muito (Ela é muito inteligente).
E "Demais" significa "o restante". Tipo, "Comunique aos DEMAIS o motivo de sua falta"; "Chegou a hora de falar aos demais". Também pode significar "além disso", mas não é tão usado.
Telma Iara disse…
Se houve polêmica, meu texto não estava esclarecedor. Agora está reformulado, com base no dicionário Houaiss e no Manual de Redação e Estilo do Estado de S. Paulo. Por favor, vejam.
Anna, Israel Victor, Pasquale (que explicou corretamente), Ana Cristina e Marina Koerner, obrigada pelos comentários.
DRI MEU NOVO KUT disse…
Amo o professor Pasquale... ele é de mais ou demais ? rsrs me confundi agora toda rs...
É dito que pessoas bem informadas dão um show em pessoas atrapalhadas, que enrolam o português.
Professor, eu tive o prazer de conhecer em uma loja que trabalhei, e para a minha felicidade, passou em meu caixa.
Simplesmente um encanto e simpatia em pessoa.
Bjus, continue com esta garra e sabedoria. Dri Fernandez
John Lima disse…
Comprei livros de mais ou comi demais é praticamente a mesma coisa... Eu sou de mais ou demais?
Bruno Almeida disse…
"Coloquei sal de mais"
"Está salgado demais"
"Tem muito sal, coloquei demais"

É assim? Compreendi certinho?
zeluizdosax disse…
Excelente explicação!

Postagens mais visitadas deste blog

A todos ou à todos?

A primeira forma é a correta, sem crase. Relembrando, a crase marca a fusão do artigo “a(s)” com a preposição “a”. A palavra “todos” é um pronome indefinido plural e significa todo mundo, todas as pessoas. Como os pronomes não são acompanhados de artigos, aquele “a” que tem antes de “todos” é somente preposição, portanto, sem crase.

"Nada de mais" ou "nada demais"?

A primeira forma é a correta.Nada de mais, nada de menos. Não: nada "demenos". É preciso ficar com o "de": nada de interessante, nada de importante, nada de blablablá. O "de" não é de "demais". Demais é um advérbio que significa demasiadamente, em excesso, além da conta. Não parece fazer sentido: "Isso não é nada de em excesso". Já parece fazer sentido: "Isso não é nada de mais". Mais uma: Há a locução "por demais", que significa demasiadamente, excessivamente. Vale lembrar da frase exclamativa: Isso é demais! Nesse caso, é "demais", junto assim. Não temos aqui o "nada de". Temos aqui o "isso é". Isso é demais, é incrível, é complicado, é, às vezes, difícil de explicar.
Veja neste blog a diferença entre "demais" e "de mais".