Pular para o conteúdo principal

'Muito dó' ou 'Muita dó'?

A primeira forma é a correta. Apesar de muita gente achar que a palavra “dó” é feminina, ela é masculina. Exemplo: “Sentimos muito dó pelas perdas do desastre”. Também suscitam esse tipo de confusão palavras como “alface” e “marmitex” (ambas femininas).

Comentários

Vale disse…
Existe plural para a palavra marmitex?
Vale, a maioria dos dicionários não registra ainda a palavra "marmitex". O iDicionário Aulete registra e informa que sua grafia não varia, valendo a mesma forma para singular e plural. Confira aqui: http://aulete.uol.com.br/marmitex.
Mais sobre a palavra marmitex aqui: http://revisaoporfavor.blogspot.com.br/2013/08/ortografia-marmiteco-e-marmitex.html
Marcelo Dezorzi disse…
Telma, acho que existe uma regra que padroniza os substantivos terminados em x, onde diz que todos os substantivos terminados em x ficarão invariáveis quando no plural. ex: o clímax - os clímax; o tórax - os tórax; o látex - os látex. Pode confirmar?
Marcelo Dezorzi disse…
Telma, acho que existe uma regra que padroniza os substantivos terminados em x, onde diz que todos os substantivos terminados em x ficarão invariáveis quando no plural. ex: o clímax - os clímax; o tórax - os tórax; o látex - os látex. Pode confirmar?
J M MONTEIRASO disse…
— Eu não como a gororoba que servem aqui. E apontou as duas marmitex, intactas.

J. M. Monteirás in FIM DE SEMANA EM PINDORAMA (A Dialética do Óbvio ou O Dia Em Que Ninguém Saiu de casa).ISBN 85-905108-2-4 p.84
Oi Marcelo Dezorzi,só completando: Substantivos paroxítonos terminados S ou X SÃO INVARIÁVEIS. Ex. clímax, marmitex, torax, (um terminado em S - lápis) etc. Espero ter ajudado.
Unknown disse…
Palavras terminadas em x tem mesma grafia no plural

Postagens mais visitadas deste blog

A todos ou à todos?

A primeira forma é a correta, sem crase. Relembrando, a crase marca a fusão do artigo “a(s)” com a preposição “a”. A palavra “todos” é um pronome indefinido plural e significa todo mundo, todas as pessoas. Como os pronomes não são acompanhados de artigos, aquele “a” que tem antes de “todos” é somente preposição, portanto, sem crase.

"Nada de mais" ou "nada demais"?

A primeira forma é a correta.Nada de mais, nada de menos. Não: nada "demenos". É preciso ficar com o "de": nada de interessante, nada de importante, nada de blablablá. O "de" não é de "demais". Demais é um advérbio que significa demasiadamente, em excesso, além da conta. Não parece fazer sentido: "Isso não é nada de em excesso". Já parece fazer sentido: "Isso não é nada de mais". Mais uma: Há a locução "por demais", que significa demasiadamente, excessivamente. Vale lembrar da frase exclamativa: Isso é demais! Nesse caso, é "demais", junto assim. Não temos aqui o "nada de". Temos aqui o "isso é". Isso é demais, é incrível, é complicado, é, às vezes, difícil de explicar.
Veja neste blog a diferença entre "demais" e "de mais".