Pular para o conteúdo principal

Porcentagem

O leitor puxou a orelha do BOM DIA com razão. O erro foi em um título publicado dia 16/3: “Em 20 anos, 60% da água do mundo serão impróprias”. Além da notícia um tanto quanto assustadora, o erro de concordância na porcentagem também chama a atenção.

Em porcentagem, o verbo concorda com o número (40% são, 1% é). Se o número for acompanhado por um substantivo que o especifique (40% dos juros, 1% das taxas), a concordância é feita com esse substantivo em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural). Veja exemplos das combinações possíveis:

- 1% é gasto;
- 1% da água é limpa, 1% do gasto é justificado, 1% das luzes são azuis, 1% dos erros não são vistos;
- 60% são gastos;
- 60% da água será imprópria, 60% do dia é de sol, 60% das horas são marcadas, 60% dos livros estão lá.

Adequando a concordância do título que foi publicado com erro, temos: “Em 20 anos, 60% da água do mundo será imprópria”.

Comentários

Carolina disse…
Telma, a título de conhecimento =) http://wp.clicrbs.com.br/sualingua/2009/12/15/concordancia-com-percentuais/

Postagens mais visitadas deste blog

A todos ou à todos?

A primeira forma é a correta, sem crase. Relembrando, a crase marca a fusão do artigo “a(s)” com a preposição “a”. A palavra “todos” é um pronome indefinido plural e significa todo mundo, todas as pessoas. Como os pronomes não são acompanhados de artigos, aquele “a” que tem antes de “todos” é somente preposição, portanto, sem crase.

‘Idéia de girico’ ou ‘idéia de jerico’?

A segunda forma é a correta. Apesar de não se aproximar tanto da fala como “girico”, palavra inexistente na língua portuguesa, jerico significa asno, jumento. No entanto, na fala é usada principalmente com o sentido de tolo, imbecil, estúpido – e pode ser dito a pessoas e coisas. Exemplo: “Ele sempre tem idéias de jerico”.