Pular para o conteúdo principal

Proibições

Você com certeza já se deparou em uma porta com o famoso aviso que proíbe a entrada em algum recinto. Mas, quando vemos a mesma advertência escrita de formas diferentes, a dúvida nos intriga. Afinal, “É proibido entrada”, “É proibida entrada” ou “É proibida a entrada”? Vamos entender como isso funciona.

1. Quando o sujeito da oração vier determinado por um artigo definido ou por um pronome demonstrativo, como “esse(a)”, “aquele(a)”, os manuais de gramática exigem que a concordância seja feita. Exemplos: “É proibida a entrada de pessoas estranhas”, “São proibidos os animais”.

2. Se “proibido” vier anteposto a um sujeito não determinado por um artigo definido ou por um demonstrativo, ele fica invariável, ou seja, no masculino singular, mesmo que o sujeito seja uma palavra feminina. Exemplos: “Proibido entrada”, “Proibido animais”.

3. A regra é a mesma para os termos “preciso” e “necessário” nessas construções. Exemplos: “É preciso qualidades”, “É necessário auto-estima”.

4. Caso apareça um verbo após esse tipo de estrutura, a concordância também deverá ser feita no masculino singular.
Exemplos: “É proibido pisar na grama”, “É preciso estar atento”, “É necessário aguardar para ser antendido”.

5. Pelo que vimos, é preciso atenção ao escrever esses avisos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A todos ou à todos?

A primeira forma é a correta, sem crase. Relembrando, a crase marca a fusão do artigo “a(s)” com a preposição “a”. A palavra “todos” é um pronome indefinido plural e significa todo mundo, todas as pessoas. Como os pronomes não são acompanhados de artigos, aquele “a” que tem antes de “todos” é somente preposição, portanto, sem crase.

‘Idéia de girico’ ou ‘idéia de jerico’?

A segunda forma é a correta. Apesar de não se aproximar tanto da fala como “girico”, palavra inexistente na língua portuguesa, jerico significa asno, jumento. No entanto, na fala é usada principalmente com o sentido de tolo, imbecil, estúpido – e pode ser dito a pessoas e coisas. Exemplo: “Ele sempre tem idéias de jerico”.