Pular para o conteúdo principal

‘Hora’ e ‘ora’

“Hora” é substantivo feminino e, de acordo com o dicionário “Houaiss”, significa: o segmento de tempo equivalente a 60 minutos; o momento, o instante preciso em que se percebe ou se passa algo; o tempo, mais ou menos preciso, que se dedica habitualmente a determinada função ou atividade. Exemplos: o exame durou uma hora; percebi na hora que era ele; está na hora de ir.
Já “ora” pode ser advérbio, conjunção ou interjeição.
Como advérbio, tem o sentido de agora, nesta ocasião, neste momento. Ex.: o programa, ora em funcionamento, foi feito por mim.
Como conjunção, significa “seqüência de discurso ou transição de pensamento” e “pois bem, entretanto”. Ex.: se quisesse o doce, pediria, ora, se não pediu, não quer. “Ora” ainda pode ser empregado repetido no início de duas frases, com valor alternativo. Ex.: ora comia, ora bebia.
Já como interjeição exprime impaciência, espanto, dúvida e/ou menosprezo. Ex.: ora, não me incomode mais com esse assunto!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A todos ou à todos?

A primeira forma é a correta, sem crase. Relembrando, a crase marca a fusão do artigo “a(s)” com a preposição “a”. A palavra “todos” é um pronome indefinido plural e significa todo mundo, todas as pessoas. Como os pronomes não são acompanhados de artigos, aquele “a” que tem antes de “todos” é somente preposição, portanto, sem crase.

‘Idéia de girico’ ou ‘idéia de jerico’?

A segunda forma é a correta. Apesar de não se aproximar tanto da fala como “girico”, palavra inexistente na língua portuguesa, jerico significa asno, jumento. No entanto, na fala é usada principalmente com o sentido de tolo, imbecil, estúpido – e pode ser dito a pessoas e coisas. Exemplo: “Ele sempre tem idéias de jerico”.