Pesquisar neste blog

domingo, 30 de março de 2008

Ironia

Um colega de trabalho que foi contrariado por outro mais velho chama-o respeitosamente de ancião.
Quem acredita que realmente “ancião” foi usado com o sentido respeitoso?
Em um curso, a jornalista Mariana Duccini resumiu perfeitamente o conceito de ironia: o enunciado diz, mas a enunciação nega.
O enunciado é a manifestação por palavras ou qualquer texto, verbal ou escrito. A enunciação é a forma de manifestar os pensamentos por palavras, é produzir um enunciado.
As palavras dizem, mas o contexto em que elas são ditas mostra exatamente o contrário do sentido delas. Foi o caso do “ancião”.
A ironia é um artifício inteligente de contrastes, pois deixa aparente a distância intencional entre o que foi dito e o que foi realmente pensado. Exige perícia de quem de quem lê ou escuta para identificar e ter certeza de que um enunciado é irônico.
Ancião é uma pessoa de idade avançada e, por isso, pode ser considerada respeitável ou antiquada. Depende da intenção e do contexto.

Nenhum comentário: